Capela São José dos Aflitos



Até 1743 a capela servia como um dos passos da Paixão de Cristo, no qual a procissão da Semana Santa fazia breve parada para orações e encenação da Via Crucis, fazendo parte do trajeto que ligava a Capela de Santo Antônio, no Rosário Velho, à Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição.  Em princípios do Século XIX, a casa e a capela pertenceram ao cônego Domingos Eugenio Nogueira que, em testamento, determinou que fosse destinada ao culto em usofruto dos herdeiros. A partir de 1937 passou a pertencer à família Nahim.